11 de dezembro de 2007

arar a terra


Finalmente conseguimos que o Sr. António viesse com o tractor. Ainda não pus os meus olhos na terra, só nesta fotografia que me enviaram. Estou longe da horta e desejosa de voltar.


O semear do trigo e da tremocilha acabou por ser feito também pelo Sr. António, pois tão cedo eu não iria lá estar. Afinal é como eu estava a pensar, um saquinho de serapilheira e ao lanço (numa terra assim pequenina claro).

Para cerca de 1500m2 comprei 50kg de sementes, 25kg de cada. Pelo que o Sr. António disse daqui a 15 dias já estará a nascer, mesmo sem chuva. Estas sementes tiveram sorte porque logo depois de se semear choveu.

Para mim é um mistério germinarem e crescerem sem chuva mas fala a voz da experiência que já semeia trigo há muitos anos. Os terrenos dele já estão todos semeados.

Na próxima Primavera estou a pensar cortar o trigo e guardar a palha para cobrir a terra, assim e com sorte o trigo volta a nascer no Inverno seguinte sem ser necessário semear. Veremos o que vai dar.

6 comentários :

setefigueiras disse...

Onde será que o engraçado Trumbuctu está metido agora com o inverno deve estar escondido nalguma toquinha.
O sósia dele balança-se no tronco da árvore.
Em ponto grande é mesmo amoroso.
Os meus parabens pela ideia e concepção.
Quando tiveres tempo era muito bom contactares uma escola para projecção de slides da horta Trumbuctu.
Era muito giro. Até à proxima primavera Trumbuctu. Já estou a vê-lo no meio do trigo com a sua trombinha de um lado para o outro, surpreendido com tanta abundância

Trumbuctu disse...

Lá estará, lá estará, espero eu...
Quanto à escola tenho outra ideia que na altura partilharei, terá de ser lá mais para o Verão. Até lá ainda há muita lareira para disfrutar ":O).

Cada coisa a seu tempo, e os ciclos da horta são muito bons para nos ajudarem a viver e perceber que tudo tem o seu tempo e lugar.

Preciso é de saber quem é realmente Trumbuctu.

Beijo grande

zilinha disse...

Olá Paula, eu não vi o sr António no seu trabalho, mas vi o resultádo, está óptimo e a primavera fará o resto.Vai fical lindo e ao gosto do trumbuctu.
É engraçado ver estas duas Lisboetas(mãe e filha)arregaçarem as mangas e tratarem das sementeiras como deve ser. parabéns pelo trabalho e pela força de vontade.zjesus

Trumbuctu disse...

Olá Zilinha, por aqui? Há muito que não a via. Obrigada pela visita.

Já viu as couves que ficaram? Foram aquelas que a Zilinha indicou e que me pareceram também os melhores pés. Se derem flor teremos sementes para nova sementeira e para partilhar, são daquelas muito resistentes à lagarta, dadas pela Elsa da Fontanheira. Há algum tempo atrás levei umas quantas para os coelhos da Custódinha, nem queria acreditar que não tinham química. Só lhes dei um pouco da chá de Cavalinha e uma vez Bacillus Thuringiensis

Monte das 7 Figueiras disse...

O trigo muito timidamente já está a despontar da terra. Já é um pricipio do campo de trigo que se vai ver na primavera. Mais beijinhos

Trumbuctu disse...

Parece que vem chuva para Terça-Feira e que ficará por alguns dias. Esperemos que sim, principalmente por aqueles que vão depender da sementeira para que seja um bom ano.