9 de novembro de 2012

o silêncio da terra

O silêncio da terra é quase como o silêncio que escutei no fundo do mar.
Hoje escutei o silêncio da terra.

   (♥) Paula

4 comentários :

Anónimo disse...

O teu post, tão enigmático e depurado, quase parece um Haiku japonês, como o de Bashô Matsuo (1644–1694):

Este caminho
Ninguém já o percorre,
Salvo o crepúsculo.

O que é um Haiku? Talvez "uma forma poética que, quanto à forma, tem três versos curtos e, quanto ao conteúdo, expressa uma percepção da natureza (...). O haiku capta o instantâneo, regista, enquadra, presentifica, evoca, emociona... a ligação semântica entre as palavras expostas será sempre feita pelo leitor. É, pois, uma forma de poesia breve, depurada, bela, simples e fluente. É uma reacção estética minimalista à crescente consciência humana do caos". Mais informação: http://www.prof2000.pt/users/Secjeste/MManuelR/hjapao.htm

Um bom dia para ti.

r

Trumbuctu disse...

Beijo para ti R. Só tu para te lembrares de algo tão bonito como um Haiku.

Mariana Mamede disse...

Apaixonei-me por este blogue. De verdade. Lembra-me os meus sonhos.
letsmaketeanotwar.blogspot.com

Trumbuctu disse...

Olá, Mariana!
Passei pelo teu blog e também me lembra os meus sonhos quando era mais nova :))