21 de outubro de 2015

a preto e branco


Desta vez não há fotografia mas há noticias da horta.
Sinto-me esmagada por tantas imagens, tanta cor, tanta distracção, tanta imagem sem sentido a procurar fazer sentido a quem as vê.

Apetecia-me, por algum tempo, ver tudo a preto e branco - como as fotografias de Sebastião Salgado -, porque o preto e branco despe a realidade, arranca a alma para fora, realça o que efectivamente existe. No preto e branco é impossível esconder, o que está vê-se.

E a propósito de preto e branco (ou branco e preto), um documentário a não perder e a rever várias vezes.

'A terra sarou o desespero de Sebastião.'
in
O SAL DA TERRA

Agora, aqui pelo Trumbuctu o que temos andado a fazer (?)...

... semeámos tremocilha em todas as zonas da horta que não terão culturas. Foi mesmo a tempo de apanhar esta bela chuva. Semeámos favas e ervilhas e plantámos: couves, beterrabas, alfaces, cebola temporã, alho francês, cenouras, coentros, bolbos de flores e retirámos muiiiiiiito escalrracho (vários carrinhos de mão dele). Falta plantar uns pezinhos de jasmim e trago uma novidade - um pezinho de Gogi :)

Ainda vou fazer uma experiência com Curcuma, em vaso, e ver no que resulta. Daqui a umas duas semanas voltamos a semear mais fava e ervilha - entretanto é tempo de fazer alguns viveiros.

Paula

2 comentários :

Horticasa hoticasa disse...

Tenho tantas saudades da minha horta mas, em Janeiro vou recomeçar e desta vez, de vez, se Deus quiser, beijinho.
Eugénia

Trumbuctu disse...

Desejo-lhe tudo de bom, Eugénia. Nada como a horta e a terra para nos renovar e equilibrar :)
Beijinho