1 de março de 2013

da janela da cozinha


Poupas (Upupa sp.), as aves que mais gosto. E a delícia de relembrar este lugar inspirador.

(♥) Paula

5 comentários :

Quinta Vinagreira disse...

É uma das minhas aves favoritas...infelizmente não as há aqui pelos Açores. Fico feliz de teres voltado com força. Andava um pouco desligada na blogesfera e quando cá vim descubri que havia um mundo de post para explorar :)

Unknown disse...

Fico tão feliz que tenhas voltado a postar, pode contar com esse visitante diario, adoro o trumbuctu!!!!

Trumbuctu disse...

E eu fico feliz por ler os vossos comentários, às vezes parece que escrevo para um buraco negro :))

Paula

ana horta disse...

Olá
Não escreve para buraco negro nenhum! Sou leitora assídua e senti alguma pena quando foi para fora.
Entre outras coisas, sou entusiasta da auto-suficiência, da horticultura, do campo - tudo isto encontro neste blog mas, para além disso, encontro outra coisa - uma espécie de poesia...de que gosto muito.

que lindas batatas! Bem, a poupa também é bonita!
Tenho a sorte de ver poupas aqui de vez em quando (vivo perto da Covilhã). Quanto às batatas, ainda não as semeei; com esta chuva que não para, estou a atrasar-me mas nesta zona, só agora é que se pode pensar no assunto. Ainda na semana passada tivemos um frio de rachar!
Ana

Trumbuctu disse...

:)) obrigada, Ana.
Ah, as batatas, sim, estavam lindas ... a maioria está agora queimada e com míldio. Parece que não há altura certa para as semear, o melhor é ver o estado do tempo e seguir o instinto. Por isso, não estás atrasada para as tuas :)

Boas plantações!