12 de março de 2009

"6 BILIÕES COMO TU"


Há poucos dias escutei uma das mais bonitas definições de amor, até hoje.
Foi no programa da RTP 2 - pois há muito que acabámos com a TV Cabo, só falta é mesmo acabar com a televisão - num documentário chamado "6 Billion Others", e dito por uma rapariga da indonésia. Tentarei transcrever com a maior fidelidade possível, e que dizia, então:
" O amor é como um ovo que seguramos na palma da nossa mão. Se apertamos demasiado esmaga-se, se o deixamos demasiado solto cai e parte-se."

O amor é como conseguir segurar um ovo de forma a nem o esmagar, nem o deixar cair e partir-se; um equilíbrio de gesto permanente, dinâmico e que exige atenção. Nas ideias "simples" encontro refúgio.

Vale a pena visitar o site. Os temas são inúmeros: "gargalhadas", "sonhos de criança", "medo", "natureza", "mudanças na vida", "depois da morte"," difícil de dizer" ... e de todas as partes do mundo.

1 comentário :

Alziro Patafisico disse...

Fui lá dar uma olhada no site do projeto e amei. Obrigado.