6 de fevereiro de 2011

tamarilhos


Cyphomandra betacea
 
Tamarilho ou tomate arbóreo. É uma espécie arbustiva que se pode tornar numa pequena árvore. Os frutos cheiram a maracujá e são ricos em potássio, vitamina A e C.

As variedades aparentemente conhecidas são as de fruto vermelho e amarelo. O fruto amarelo é mais indicado para preservação devido ao seu sabor mais intenso.

Propagação
Por semente ou por estaca. As plantas nascidas de semente dão árvores mais altas, erectas e ramificadas, ideais para locais mais abrigados do vento; as estacas originam plantas de porte mais baixo, arbustivo, melhor adaptadas a locais ventosos. São plantas que gostam de plena exposição solar, solos ricos e bem drenados.


Sementes

Cultura
As mudas, de semente, podem ser transplantadas quando tiverem atingido cinco a sete centímetros;  as estacas devem ser feitas de ramos com um a dois anos de idade. Nas plantas obtidas por semente é indicado podar-se ao fim do primeiro ano, a uma altura entre noventa centímetros a um metro e vinte, para estimular a ramificação da planta.

Como são arbustos/árvores com raízes superficiais colocar mulch em forma de caldeira, para cobrir a superfície ajuda a protegê-las. É necessária uma boa irrigação das plantas e abrigá-las de geadas fortes.

Produção
As plantas começam a produzir depois do primeiro ano e meio a dois anos e continuam por mais seis ou sete. Se adequadamente tratadas podem produzir até aos onze, doze anos. No Brasil podem chegar a produzir cerca de vinte a trinta quilos anualmente. Julgo que a altura da colheita no Inverno.

Doenças
O tomate arbóreo é bastante resistente a doenças. Ocasionalmente pode sofrer ataques de afídeos verdes ou míldio.

Já temos as sementes prontas para secar e semear na Primavera.

4 comentários :

Jelicopedres disse...

Tomate arbório, muito bem!
Também tenho uma pequena árvore que costuma dar imensos. Como um ou dois, de vez em quando, e gosto, o meu Amoroso é que é um fanático por esses frutos. Pena que estão um pouco longe, (em casa dos papás...;)Trazemos, sempre que vamos até lá, mais propriamente ao Entroncamento, no Ribatejo.
Tenho fotografias deles, em grandes cachos!

Beijinho*

Anónimo disse...

Já experimentei e adorei o sabor agridoce do mesmo. Apenas ainda o como cru, mas tenciono em breve usar em algumas receitas que tenho visto pela net.
É um pouco dificil de encontrar mas consegui um fornecedor que vai tendo alguns para comercializar o que é bom para quem esteja na zona do porto.
Fica aqui o endereço do face.
http://www.facebook.com/aminhahorta

Anónimo disse...

tambem tenho uma arvore de tamarilhos no quintal ,,todos os anos fica cheia de lindos frutos,eu costumo comê-los abertos ao meio com uma colher,,no ano passado decidi fazer doce deles pois todos os anos fica carregada,,mas depois de descascados finamente retiro-lhe as sementes com uma colher de café,junto o açucar equivalente ao peso embora roube um pouco no açucar e ponho ao lume ate fazer ponto,,é um doce muito bom tb junto canela em pau e uma casca de limao,,,,descascados e metidos na centrifugadora dao uma bebida muito agradavel mas como fica muito grossa junto um pouco de agua,,

Rosa Gonçalves disse...

Eu tenho 4 tamarilhos 3 a dar fruto o outro é mais novo o que eu queria saber quando posso meter estacas na terra