29 de dezembro de 2011

cuidar dos pássaros




Ao ler a revista Gardners World deste mês, no meio de tanta informação e publicidade, um pequenino artigo despertou a minha atenção:  cuidar dos pássaros no pico do inverno, principalmente durante o mês que se aproxima. Esta é uma altura do ano em que eles têm mais dificuldade em encontrar alimento - notei que andavam, em bando, sobre a ervilhaca semeada. Arranjei alguns comedores improvisados, recipientes com água e espalhei-os pelo terreno. Os comedores estão em árvores, como na imagem, e em alguns abrigos de pássaros pouco ou nada utilizados. É preferível eles alimentarem-se naturalmente mas na escassez, e com o frio que faz, damos uma ajuda e o alimento rapidamente desaparece.

Não sabia os pássaros tão desconfiados na presença de pessoas, ao mais pequeno som levantam voo e, apesar de esfomeados, deixam o alimento 'artificial' para trás. Nesta espera e em silêncio lá consegui fotografar um junto dum comedor.

4 comentários :

Paixão da Horta disse...

Eu já desde 2008 ou 2009 (?), que de finais de Novembro até meados de Março, dou aos passarinhos sementes de girassol (e já me aconteceu dar sementes para canários...).
Tomei a iniciativa também após ler algo semelhante em sites franceses - e o coração comovido...
Se a memória não me falha...acho que gasto nesse período (Novembro - Março) duas embalagens de Kg.
Eles agradecem na Primavera com melodiosas sinfonias e orações...
António

Trumbuctu disse...

Ah! Que bom para os pássaros daí, António ":) mas,... 2kg, só??

Paixão da Horta disse...

Bem, 2kg parece pouco... mas por preguicite ou porque quando chove não lhes deito nada, as contas finais dão esse resultado.
É verdade que quando chove, provavelmente, será a altura que os passarinho precisam mais "da sopa oferecida"; mas eu como atiro uma manada de sementes para o meio do chão, para os "obrigar" a procurar; ora com o chão molhado tenho evitado atirar sementes, pois a comida "encharcada" não é muito do agrado deles. E depois na Primavera tenho girassóis a nascer na horta, sem que eu os tivesse semeado de propósito - e ainda por cima amuados...
Este ano atira para o meio das favas, pois estão cobertas com um plástico, e além disso o plástico está bastante alevantado do solo, dando assim possibilidade aos passarinhos de fugirem, caso se sintam melindrados com alguma coisa.
Este ano a "sopa" já será quentinha e seca!

Felicidades para 2012!
António

Trumbuctu disse...

Um bom ano também, António!

Paula