20 de dezembro de 2011

vala em curva de nível (swale)





Finalmente pronta! Não está feita exactamente como os vários esquemas consultados mas para uma primeira vez acho que posso estar contente, vai cumprir a função: linha estruturante para a futura horta permanente. Irei fazer as camas seguindo o contorno da vala e segundo linhas com pontos também à mesma cota. Ao requisito principal obedeceu, feita através de pontos marcados à mesma cota com este instrumento, embora devesse ter ficado um pouco mais larga (já não tinha braços para mais). Já mostrei aqui uma vala destas onde, pelas características de inclinação acentuada do terreno, se pode observar um melhor resultado. Nesse post explico um pouco também sobre o porquê deste tipo de intervenção no terreno.

Plantei cerca de dezoito árvores entre ameixoeiras brancas, pessegueiros, uma pitangueira, um araçá, um loureiro, dois sobreiros e uma azinheira; transplantei uma nogueira, os mirtilos e, noutra zona, mais citrinos. Nos combros e a oeste (direita) tremocilha, ervilhaca, algumas favas e ervilha palha. Se os cães deixarem, andam malucos com a vala, daqui a um mês a paisagem estará bem diferente.

PS- A primeira e última fotografia foram tiradas de lados opostos relativamente às outras duas.

2 comentários :

Anabela disse...

Obrigada pela partilha.
Tenho que me informar e estudar sobre "swales".

Trumbuctu disse...

Pode ver aqui http://www.youtube.com/watch?v=v3vcf1F10oQ, Anabela, um vídeo de Geoff Lawton bastante elucidativo.