27 de fevereiro de 2009

Susie

Fevereiro 19, 2009 by José Saramago

"Pudesse eu, e fecharia todos os zoológicos do mundo. Pudesse eu, e proibiria a utilização de animais nos espectáculos de circo. Não devo ser o único a pensar assim, mas arrisco o protesto, a indignação, a ira da maioria a quem encanta ver animais atrás de grades ou em espaços onde mal podem mover-se como lhes pede a sua natureza. (...)"
Continuar a ler ...

In O Caderno de Saramago

4 comentários :

Alziro Patafisico disse...

Comovente. E o Saramago como sempre genial, sensível e preocupado com os mais fracos, sejam eles homens ou elefantes.

Trumbuctu disse...

Genial na escrita, sim. Que bom ainda haver alguém a escrever assim.
Nutro grande admiração pela nobreza da sua alma.

Anónimo disse...

Estou inteiramente de acordo com os dois comentários feitos e também com a opinião do Saramago àcerca do uso abusivo que o homem tem feito dos animais.
Enquanto tal suceder o Homem será sempre um ser indigno e pouco respeitado. Júlia

Ana Ramon disse...

Fui há duas semanas com as minhas netas ao Jardim Zoológico e estava precisamente a pensar nisso enquanto via animais de grande porte confinados a espaços ínfimos para a sua natureza. Os desgraçados tigres, ursos elefantes, leões, rinocerontes, girafas, gorilas, sei lá... uma dor de alma vê-los deitados naquele tédio talvez sonhando com as florestas e savanas dos seus antepassados . Já nem falo nos circos. Esses então deviam ser mesmo proibidos de exibirem animais sujeitos a treinos a maior parte das vezes com castigos violentos. Toda a gente acha piada ao ver o urso a dançar ao som do tambor... o que muitos não sabem é que essa aprendizagem é (era no meu tempo) feita com chapas muito quentes onde eles eram colocados e saltavam para não se queimarem ao mesmo tempo que ouviam o rufar do tambor. Mais tarde funcionava a teoria de Pavlov.
É muito bom passar por aqui.
Beijinhos grandes