26 de outubro de 2011

impermanência





Às vezes, muitas até, esqueço-me de como tudo na vida é impermanente, e mais ainda quando quero muito uma coisa e a perco.
Esqueço-me do momento, como o dia em que olhei esta paisagem.
Esqueço-me de os partilhar, de os dar aos olhos dos outros.
Esqueço-me. Tudo é impermanente e por isso o momento é tão precioso.

5 comentários :

Anabela disse...

: ) ...

Trumbuctu disse...

Que bom sorrir perante a impermanência ":)

Anabela disse...

É verdade...foram as suas fotografias e o seu texto que fizeram brotar o sorriso.

Dias bonitos para si.

Depois diga-me algo sobre as sementes de Moringa

Trumbuctu disse...

Obrigada, Anabela. Preciso de ler um pouco mais sobre a árvore, depois digo alguma coisa.

Anabela disse...

Vou-lhe mandar(por email) toda a informação que me enviaram com as sementes.

Adorei o algodão,também não conhecia!