14 de julho de 2010

'jardins de água'



Os 'jardins de água', assim chamados por recolherem a água da chuva dos edifícios, são concebidos para reter, filtrar e absorver essa água e diferem dos jardins convencionais pelo uso de plantas perenes, preferencialmente nativas da região. Estes jardins são particularmente interessantes em cidades, pois devido ao excesso de asfalto e betão a água da chuva tem mais dificuldade em infiltrar-se e em chegar aos rios ou aos lençóis freáticos. As plantas, depois de estabelecidas, não necessitam de rega e são menos atreitas a doenças.

A importância dos 'jardins de água':

- aumentam em cerca 30% a infiltração da água da chuva quando comparados com jardins convencionais de igual tamanho
- diminuem a probabilidade de inundações e problemas de drenagem
- ajudam a proteger os rios e lagos de poluentes trazidos por águas pluviais urbanas
- providenciam habitats para pássaros, borboletas e outros insectos benéficos
- proporcionam beleza ao olhar

Como fazer um 'jardim de chuva'?

Rain Garden Manual (em inglês).
Para quem não lê inglês pode ver aqui, a titulo de exemplo, ou pesquisar na net por 'jardins de água'.

Na Flora Digital de Portugal Ilustrada poderão encontrar inúmeras espécies nativas do nosso país.

2 comentários :

Permaculture media blog disse...

Hi!

I like your blog!
Please take some inspiration here:

http://permaculturemedia.blogspot.com/

Documentaries, videos, ebooks, and news related to permaculture, indigenous people, animal rights, (alter)globalization, activism, ecology and health.

Trumbuctu disse...

Hi there!
Thank you very much for the inspiration. Lots of good information.

✽ ✽ ✽